Como escolher Escadas de Sótão

Espaços esquecidos nas casas, como os sótãos, costumam ter grande potencial. Ainda assim, é relativamente frequente que não sejam utilizados como deveriam.

Geralmente, é por causa do difícil acesso. Mas as escadas de sótão podem resolver este problema.

Existem muitos produtos no mercado com diferentes características e modelos, o que pode dificultar a escolha. Além do mais, nem todas as opções se adequam ao espaço em causa.

Para não correr o risco de fazer um mau investimento, a escolha deve ser informada e preencher alguns requisitos. Descubra neste artigo quais são.

 

Quais as vantagens das Escada de Sótão?

O principal benefício de uma estrutura como esta é facilitar o acesso a espaços inutilizados que poderiam ser mais bem aproveitados, independentemente do propósito que procuram servir.

Assim, ao tornar o acesso mais simples e prático, estas divisões tornam-se mais úteis.

Para algumas pessoas pode ser ligeiramente intimidante subir por determinadas escadas, pelo que recorrer a uma estrutura resistente contribui para que todas as visitas ao sótão sejam menos difíceis e perigosas, bem como mais rápidas.

 

 

 

Que tipos de Escadas de Sótão existem?

Os vários modelos existentes no mercado apresentam algumas características que os diferenciam, nomeadamente relativas a aspetos como o tipo de manuseamento.

Os mais comuns são as escadas recolhíveis, cuja estrutura é projetada quando necessária e recolhida quando não é.

Para além disso, o tipo de escada pode dividir-se segundo algumas características:

  • Deslizante – com sistema de abertura e fecho que funciona através de elementos que deslizam uns sobre os outros;
  • Desdobrável – a estrutura abre mediante dobradiças dispostas ao longo da escada, desdobrando-se;
  • Retrátil do tipo pantógrafo – a estrutura pode ser encolhida;
  • Fixa - a estrutura não é recolhível e é fixa ao chão.

Além do mais, existem opções que permitem que sejam manuseadas eletronicamente, através de comandos à distância que abrem e fecham a estrutura em poucos segundos. Em caso de falha elétrica, a abertura pode ser feita de forma manual.

O tipo de apoio também é variável - através de um corrimão ou apenas na linha superior da escada.

 

O que deve ter em conta ao escolher a sua escada de sótão?

1. Localização

Mesmo uma escada de pequenas dimensões requer espaço suficiente para ser instalada. Portanto, é necessário certificar que a abertura da escada não causa obstrução do espaço em que será projetada.

Idealmente, a estrutura não deve impedir a abertura de portas, por exemplo.

Caso seja instalada num local de muita utilização na casa, pode levar a que o acesso ao sótão seja evitado, não usufruindo, assim, do investimento como esperado. Além disso, a base tem de ser sólida e firme por razões de segurança.

Mas não é só o espaço inferior que é importante – deve também ser possível movimentar-se ao entrar no sótão.

Quando a área é reduzida, as escadas aconselhadas são as retráteis do tipo pantógrafo, pois ocupam pouco espaço.

Por fim, a abertura no teto pode significar perda de energia térmica, pelo que, preferencialmente, devem ser instaladas numa área da casa estratégia, que não seja climatizada, para que não sejam acrescentados custos de isolamento.

 

2. Dimensões e capacidade de carga

Conhecer as dimensões do espaço onde a escada será instalada é importante, pois só assim é possível comparar as características dos produtos disponíveis e optar pela solução certa.

Em primeiro lugar, é necessário averiguar as dimensões do sótão para garantir que existe espaço suficiente para a escada dobrar, encolher ou deslizar livremente.

Além disso, existem outras medidas importantes:

  • Comprimento e largura da abertura, bem como a altura do chão do sótão;
  • Largura da escada, isto é, o local exato onde a base da escada vai assentar;
  • Altura da escada (do chão ao teto);
  • Largura do espaço de projeção (ângulo) da escada quando aberta.

É também fundamental verificar o limite de carga.

Se for um espaço de arrumação suplementar, por exemplo, é importante garantir que a escada aguenta o peso adicional das caixas, além do peso de quem as transporta.

 

3. Materiais

As escadas de sótão podem ser de alumínio, aço galvanizado ou madeira.

A escolha deve ser realizada consoante alguns aspetos, como a estética. Nos dias de hoje, é importante que se enquadrem nos espaços onde são instaladas.

Além disso, o grau de utilização também é importante.

As escadas em alumínio ou aço galvanizado são indicadas especialmente para casos em que a utilização é pouco frequente, como por exemplo quando o espaço serve um propósito de arrumação.

Para casos em que o sótão é utilizado todos os dias, as escadas aconselhadas são as de madeira, uma vez que se trata de um material robusto, além de serem mais económicas.

 

Escolher uma solução adequada com a ajuda da Odem

Ainda que sejam conhecidos todos os aspetos fundamentais a ter em conta para escolher as escadas de sótão de forma informada, pode ser necessário recorrer a um especialista ou pedir conselhos técnicos.

Estes profissionais são especialistas na projeção e instalação destas estruturas. Ajudam a que não se cometam erros que comprometam as questões de segurança e dificultem o acesso.

Para além de disponibilizar uma vasta gama de produtos, a Odem acredita que um aconselhamento adequado é a base para alcançar os resultados esperados.

Se tiver dúvidas na escolha da sua escada de sótão, fale connosco.

Post Anterior Post Seguinte

Artigos Relacionados

Como instalar uma Escada de Sótão

Como instalar uma Escada de Sótão

Quando a decisão de instalar uma escada de sótão já está tomada e o produto já foi escolhido, é altura de proceder à sua instalação. Embora possa ...
Escadas de Sótão de Madeira, Recolhíveis, Pantógrafo e Elétricas

Escadas de Sótão de Madeira, Recolhíveis, Pantógrafo e Elétricas

O sótão da sua casa ou do seu escritório é uma divisão esquecida a começar pelo difícil acesso? Se sim e procura otimizar este espaço, chegou ao sí...